• europa2014
  • que
  • cied
  • Centro Europe Direct de Lamego

    A Europa mais perto!
  • Questões sobre a União Europeia?

    Europe Direct de Lamego tem as respostas
  • Serviço de esclarecimento e informação

    Visite-nos

Mais um ano de recordes para o programa Erasmus

eraAs últimas estatísticas Erasmus, divulgadas pela Comissão Europeia, revelam que cerca de 270 000 estudantes — um novo recorde — beneficiaram de bolsas da UE para estudar ou receber formação no estrangeiro no ano letivo de 2012-2013. Embora a opção mais escolhida seja a de ir estudar para outra universidade, um em cada cinco estudantes Erasmus (55 000) optou pela realização de estágios em empresas. Os três destinos mais procurados pelos estudantes no ano letivo de 2012-2013 foram a Espanha, a Alemanha e a França. Os países que enviaram o maior número de estudantes em percentagem da população de estudantes universitários foram o Luxemburgo, o Liechtenstein, a Finlândia, a Letónia e a Espanha.

As estatísticas mostram que a bolsa média de Erasmus, destinada a cobrir parte dos custos de viver no estrangeiro e as despesas de deslocação, foi de 272 euros mensais, o que representa um aumento de 9 % em relação ao ano anterior (250 euros). Nalguns países, a bolsa é complementada por fundos nacionais, regionais ou institucionais.
Erasmus não é apenas um programa de intercâmbios para estudantes: no ano letivo de 2012-2013, mais de 52 600 professores e funcionários administrativos receberam financiamento Erasmus para lecionar ou receber formação no estrangeiro. Dessa experiência adquirida, não beneficiam só as pessoas interessadas, mas também a qualidade do ensino e da aprendizagem na sua instituição de origem, uma vez regressadas. Cerca de 500 funcionários de empresas — um aumento de mais de 20 % em relação ao ano anterior — também receberam apoio Erasmus para ensinar em instituições de ensino superior no estrangeiro, o que sublinha o crescente interesse em ajustar o ensino e a formação às necessidades do mercado de trabalho.

O novo programa Erasmus+ proporcionará bolsas a 4 milhões de pessoas, nomeadamente 2 milhões de estudantes universitários e 300 000 funcionários ao longo dos próximos sete anos (2014-2020). Financiará igualmente 135 000 intercâmbios de estudantes e de funcionários entre a Europa e os países parceiros em todo o mundo. O programa alargado, que inclui o Erasmus e os programas de mobilidade similares para outros grupos, incluindo os aprendizes e os voluntários, dá mais ênfase ao apoio linguístico, prevê regras mais flexíveis para as bolsas, bem como apoio adicional específico para pessoas com necessidades especiais, provenientes de meios desfavorecidos e de regiões periféricas.
Erasmus+, o novo programa para a educação, a formação, a juventude e o desporto, foi lançado em janeiro de 2014. Dispõe de uma dotação total de 15 000 milhões de euros para o período de 2014-2020, um aumento de 40 % em comparação com o período anterior.

Para mais informações:

http://ec.europa.eu/education/opportunities/higher-education/index_en.htmhttp://ec.europa.eu/education/opportunities/higher-education/index_en.htm
http://ec.europa.eu/avservices/video/player.cfm?sitelang=en&ref=I083255

Comissão Europeia adota acordo de parceria com Portugal sobre a utilização dos Fundos Estruturais e de Investimento da UE | 2014-2020

p20A Comissão Europeia adotou um acordo de parceria com Portugal, no qual se define a estratégia para otimizar a utilização dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento da UE em todo o país. O acordo hoje adotado abre caminho para o investimento de 21,46 mil milhões de euros ao abrigo da política de coesão, no período de 2014-2020 (preços correntes, incluindo o financiamento do objetivo de cooperação territorial europeia e a dotação da Iniciativa para o Emprego dos Jovens). Portugal recebe ainda 4,06 mil milhões de euros destinados ao desenvolvimento rural e 392 milhões de euros para as pescas e o setor marítimo.

 

Os investimentos da UE contribuirão para combater o desemprego e impulsionar a competitividade e o crescimento económico, através do apoio à inovação, à formação e ao ensino em cidades e zonas rurais. Deverão igualmente promover o empreendedorismo e o combate à exclusão social e contribuir para o desenvolvimento de uma economia eficiente em termos da utilização de recursos e respeitadora do ambiente.

Os Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI) são:

• O Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

• O Fundo Social Europeu

• O Fundo de Coesão

• O Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas

• O Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural

 

Mais informações:

http://ec.europa.eu/regional_policy/information/cohesion-policy-achievement-and-future-investment/factsheet/portugal_pt.pdf

http://www.pt-2020.pt

Património cultural ganha mais apoios da União Europeia

ecSegundo um novo relatório da Comissão Europeia, as organizações de salvaguarda do património cultural devem aproveitar as oportunidades proporcionadas pelos programas de financiamento e pelas políticas da União Europeia para as ajudar a enfrentar os desafios com que o setor se defronta. Este documento de estratégia, intitulado «Rumo a uma abordagem integrada do património cultural europeu», revela que o setor se encontra numa «encruzilhada», com a redução dos orçamentos públicos, a queda na participação em atividades culturais tradicionais e a diversificação das potenciais audiências devido à urbanização, à globalização e à evolução tecnológica. Ao mesmo tempo, sublinha as oportunidades que se oferecem aos Estados-Membros e a outras partes interessadas de trabalharem em mais estreita colaboração além-fronteiras a fim de assegurar que o setor do património cultural contribui cada vez mais para o crescimento sustentável e o emprego.
O património cultural beneficiou já de um financiamento significativo da UE, incluindo 3,2 mil milhões de euros provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional no período de 2007-2013. A grandes obras de preservação do Partenon e de Pompeia estão entre os projetos que receberam apoio. Os programas da UE proporcionaram um montante complementar de 1,2 mil milhões de euros para o património rural e cerca de 100 milhões de euros para a investigação relacionada com o património. O património cultural deverá beneficiar de ainda mais investimentos da UE em 2014-2020, por exemplo através dos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (com um orçamento total de 351 mil milhões de euros para a política regional), do Programa-Quadro Horizonte 2020 (80 mil milhões de euros para investigação) e do programa Europa Criativa (1,5 mil milhões de euros para as indústrias culturais e criativas).
Existem igualmente importantes oportunidades políticas e de financiamento em muitos domínios relacionados com o património cultural, como o desenvolvimento local e regional, a educação, o apoio às PME e o turismo. De facto, o turismo na UE movimenta 415 mil milhões de euros por ano e representa 15 milhões de postos de trabalho – muitos ligados, direta ou indiretamente, ao património. Cerca de 27 % dos viajantes da UE abordados para um inquérito Eurobarómetro sobre turismo (maio de 2011) afirmaram que o património cultural é um fator essencial na escolha de um destino.


Para mais informações:
http://ec.europa.eu/culture/policy/index_en.htm

CAUSA SOLIDÁRIA PÕE CENTENAS A CAMINHAREM NA MARCHA DA MULHER DURIENSE

5md

Após o sucesso organizativo das últimas quatro edições, está de regresso a iniciativa que visa homenagear e motivar a mulher do Douro para a prática de atividade física de uma forma saudável. Os lamecenses estão de novo convidados a aderirem à 5ª Marcha e Corrida da Mulher Duriense, uma caminhada solidária que será percorrida no domingo de 31 de agosto.
À medida que se aproxima a realização desta prova, organizada pelo Centro Municipal Marcha e Corrida, em parceira com o Centro Europe Direct de Lamego e outras entidades, o número de inscrições no evento cresce a bom ritmo. O montante arrecadado reverte a favor do jovem Rui Pedro.
Podem participar nesta prova todas as mulheres. Os homens também podem integrar esta caminhada, desde que o façam em conjunto com um elemento feminino (criança ou adulto). Os interessados devem entregar a respetiva ficha de inscrição no Pavilhão Desportivo Álvaro Magalhães, nas lojas Opticália (Lamego ou Régua), na Farmácia Santos Monteiro ou em www.cm-lamego.pt. Os participantes inscritos podem levantar as t-shirts de participação, entre os dias 28 e 30 de agosto, na Loja Opticália de Lamego, situada na Av. Dr. Alfredo de Sousa.
A iniciativa solidária, que marca também o início da época do Programa Nacional de Marcha e Corrida, tem uma distância de cinco quilómetros, sem fins competitivos. Os participantes vão ter à sua disposição o Espaço Saúde e Diversão que proporcionará rastreiros de saúde gratuitos, massagens e muitas outras surpresas direcionadas também para as crianças, como por exemplo, insufláveis. Integrada na programação das Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios, a 5ª Marcha e Corrida da Mulher Duriense inicia-se pelas 10 horas, no Parque Isidoro Guedes (Alameda).
Mas antes, na tarde de domingo, dia 24, pelas 18 horas, decorre na Av. Dr. Alfredo de Sousa uma mega aula de zumba, que visa promover mais uma edição da Marcha e Corrida da Mulher Duriense.

erasm1

ERASMUS +

EDUCAÇÃO | FORMAÇÃO | JUVENTUDE | DESPORTO

O programa «Erasmus+» combina os anteriores programas da UE nos domínios da educação, da formação, da juventude e do desporto, incluindo o programa «Aprendizagem ao Longo da Vida» (Erasmus, Leonardo da Vinci, Comenius, Grundtvig), o programa «Juventude em Ação» e cinco programas de cooperação internacional (Erasmus Mundus, Tempus, Alfa e Edulink e o programa de cooperação com os países industrializados).

A sua europa

A SUA EUROPA

A EUROPA AO SEU ALCANCE

Está à frente de uma PME?
A sua Europa - Empresas pode ajudá-lo a identificar fontes de financiamento, a aceder a novos mercados e reduzir a burocracia.

É estudante, trabalha ou está à procura de emprego?
A sua Europa - Cidadãos dá-lhe conselhos práticos se pretende viajar, trabalhar ou estudar noutro país da UE.

Newsletter

Receba as últimas notícias do Centro Europe Direct de Lamego

EUROPE DIRECT A Europa mais perto!

Vou viver, estudar ou trabalhar para outro país europeu: o que devo fazer?

Que programas europeus existem para apoiar os jovens?

Onde posso encontrar um parceiro para organizar um evento de informação e debate sobre a Europa na minha escola ou associação?

A EUROPA MAIS PRESENTE

  • kidssprofssjuvshistsdebatesdocs 

CONTACTOS

  • EM LINHA

    O sítio web Europa contém informações em todas as línguas oficiais da União Europeia:
  • PESSOALMENTE
    Há centenas de centros de informação sobre a União Europeia espalhados em toda a a Europa. Poderá encontrara o endereço do centro mais próximo: 
    europedirect.europa.eu
  • POR TELEFONE
    Poderá contactar o serviço Europe Direct através do número gratuito: 
    00 800 6 7 8 9 10 11

Úteis

  • CENTRO EUROPE DIRECT DE LAMEGO

    Loja Ponto Já
    Bloco da Feira
    5100-096 Lamego
    PORTUGAL
    +351 254 611 342
    Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.